Nunca assisti Titanic...


Sinceramente, não curto muito tragédias.
Quer dizer, sabe aquela coisa de “Ele se foi mas continuarei a amar como ele me ensinou”? Acho isso um saco!
O casal sofre pra caramba, tem que enfrentar vários desafios, aqueles antagonistas irritantes e no final, quando tudo parece ficar bem, alguém morre!
Nesses momentos, eu fico com aquela sensação de “Isso tudo pra quê?”
Gosto de finais felizes, geralmente, quando eu sei que o final é mórbido, nem leio o livro ou assisto o filme (lógico, tem algumas exceções, como o filme ANTES QUE TERMINE O DIA, que apesar de ter aquele final infeliz, eu adorei).
Final tem que ser legal, não que necessariamente a mocinha acabe com o mocinho, as vezes não rola mesmo, cada um vai para o seu canto, mas continuam felizes vivendo a sua própria vida, mas a morte no auge do amor é muito triste, ninguém quer isso para si mesmo (eu acho), então por que querer isso na ficção?
A grande questão é: De que vale tanto sofrimento, se no final você não vai ser feliz?

0 comentários:

Postar um comentário