Mocinhas deslocadas e mocinhos perfeitos


A mocinha deslocada conhece o mocinho excepcionalmente lindo e se apaixona por ele. Por alguma razão misteriosa, ele também se apaixona por ela.
Com o tempo, eles vão se envolvendo, mas ela vai notando que há algo de estranho, de errado nele. Sua curiosidade é atiçada, e ela percebe que o cara perfeito é perigoso, todas os fatos apontam que ele é um monstro, ela o pega em situações suspeitas e ele é instável, o que a faz sofrer confusa.
O que ela faz?
1. Fica igual uma boba hipnotizada observando a beleza do cara;
2. Diz: “Eu tenho medo, não de você, mas de te perder”;
ou
3. Deseja ser como ele

Não, a mocinha que não é boba nem nada, fica puta e grita: “Vá embora!”

Ahá! Não é Crepúsculo! É Para Sempre!
Ganhei o livro da minha vó no Natal e o li em menos de um dia, a história é realmente legal, tem algumas semelhanças com Twilight, mas sem aquela melação toda.
A mocinha é legal, ela não fica sofrendo de graça, quando o cara faz as mancadas dele, ela não fica se martirizando, simplesmente “bola pra frente”.
Tudo bem que o livro já é quase modinha, mas cá entre nós, para a coisa virar modinha, algo bom deve ter.

1 comentários:

Águida

Vou ler esse também. Nunca li um livro que a mocinha toma alguma atitude drástica.
Adorei o Blog Niki! Seus textos fazem com que os leitores o vejam sempre porque tem muito humor e fala de coisas que todo mundo da nossa idade gosta: livros, filme e o que acontece no dia a dia.
Muita Saudade de você!

Postar um comentário